Páginas

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Quem são as CANDACES?

CANDACES – AS RAINHAS DO IMPÉRIO MÉROE



As CANDACES são RAINHAS MÃES, mulheres de sangue real, corajosas, guerreiras que ocuparam posições proeminentes, status importantes, funções políticas, sociais e culturais assumindo a totalidade do poder durante três gerações sucessivas no Reino Império de CUSH.
Assumir o papel de Candaces significava o reconhecimento de lugar privilegiado, no sistema monárquico meroitico (de Méroe).  Era poder político na NUBIA e no SUDÃO e significava estabilidade e continuidade.
As Candaces têm monumentos denominados túmulos reais, por exemplo em BEGRAWIYA Norte.
As Candaces ocupavam–se inclusive da formação de novas gerações, consideradas “jovens da essência divina”; realizavam rituais para investir poderes em suas sucessoras para continuidade do Reino – por exemplo era papel das Candaces a coroação e a adoção da nora, para ampliar e assegurar a continuidade do Reino aportando sangue novo, sem perder as tradições nem as origens.
As Candaces realizavam a coroação de seus próprios filhos em seus postos de realeza; participavam da escolha do Rei e das cerimônias de transmissão de poderes; em cerimônias rituais as Candaces eram as portadoras de oferendas, símbolo de realeza, de poder.
O sistema que garantia a existência das Candaces era um sistema local dotado de uma enorme complexidade, articulando uma organização tradicional que se renovava em si mesma, a cada passo, no interior da realeza CUSH em MÉROE.
A proeminência da RAINHA MÃE assegurava a legitimidade do sistema e mantinha a família real no poder[1].
Candace: as senhoras CUSH; nome genérico de Rainhas da Etiópia. Candace significa a forma latina afrancesada de KANTAKAI.



[1] Ahmed M. Ali Harem e outros

Nenhum comentário:

Postar um comentário